sábado, 18 de fevereiro de 2017

Polícia retoma retirada de corpo de advogado em poço no Ceará


                               Polícia retoma retirada de corpo de advogado em sítio no Ceará (Foto: Wânyffer Monteiro/TV Verdes Mares)
A Polícia Civil do Ceará retoma na manhã deste sábado (18) o trabalho para retirada do corpo do advogado Aldrin Helanio Coelho Fonteles, 47 anos, de dentro de um poço, em frente à residência da vítima, em Aquiraz. Um funcionário que trabalhava na casa do advogado como caseiro confessou à polícia que matou o advogado. A mulher do caseiro também foi presa, suspeita de participação no homicídio e ocultação do cadáver.

Uma retroescavadeira foi enviada ao local e chegou por volta de 10h20, para auxiliar nos trabalhos. O delegado Leonardo Barreto, novo titular da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), informou que o poço tem 14 metros de profundidade por 1 metro de diâmetro. "Vamor retomar para encontrar o corpo, não tem previsão para conclusão, vai depender do aspectos físicos do solo", apontou.

Corpo de Bombeiros e Perícia Forense também atuam na operação. Familiares do advogado estão na casa da vítima e acompanham o trabalho.



O advogado Aldrin Helanio Coelho Fonteneles estava desaparecido desde a última quarta-feira (15). Ele era proprietário de um depósito de materiais de construção e de um pet shop. Amigos da vítima viram que os estabelecimentos não abriram as portas desde a quarta-feira. Familiares registraram o desaparecimento da vítima na manhã desta sexta-feira (17).

A Polícia Civil foi ao sítio onde a vítima morava, no loteamento Novo Iguape, e realizaram os primeiros levantamentos. Diante da suspeita da morte, os policiais questionaram e o caseiro, de 34 anos, acabou confessando o assassinato.

Conforme o homem, Aldrin foi assassinado após uma discussão entre ele e o suspeito. A companheira do caseiro, também foi presa. As investigações apontaram que ela ajudou o marido a assassinar e ocultar o cadáver.

Equipes do Corpo de Bombeiro Militar foram acionadas. De acordo com o titular da DHPP, o localem que o cadáver estaria ocultado, apontado pelos infratores, é de difícil acesso, inclusive com risco a integridade física dos bombeiros, então se fez necessário a utilização de uma retroescavadeira.

Investigações
Informações preliminares da polícia apontam que o homem discutiu com o advogado. Após uma briga, o suspeito e sua mulher teriam matado Aldrin Helanio enforcado com uma corda.

Após o assassinato, os criminosos ainda teriam jogado o corpo dentro do poço que fica próximo à residência da vítima. A dupla ainda foi no depósito do advogado, pegaram areia e sacas de cimento e jogaram por cima do corpo.

O casal preso foi conduzido à delegacia, onde foram autuados por homicídio, ocultação de cadáver e fraude processual.


(G1)

Nenhum comentário:

Visualizações de páginas da semana passada

M Festas - Onde você encontra tudo para Aniversário

M Festas - Onde você encontra tudo para Aniversário
M Festas vende e aluga para festas de aviversário - Fone (88) 8807.0245