quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Pesquisadora afirma que 'ruptura' entre PCC e CV pode gerar 'carnificina' em presídios e 'nas ruas' do Nordeste

                                 Pesquisadora afirma que 'ruptura' entre PCC e CV pode gerar 'carnificina' em presídios e 'nas ruas' do Nordeste
A socióloga Camila Nunes Dias, autora de "PCC: Hegemonia nas prisões e monopólio da violência", afirmou, em entrevista à BBC Brasil, que a ruptura do pacto entre PCC e Comando Vermelho pode gerar "maior instabilidade no sistema prisional do Brasil inteiro, principalmente no Norte e Nordeste".

"Recentemente, gangues de rua do Ceará e do Rio Grande do Norte celebraram um pacto de paz para não haver mais mortes. Há informações de que esse pacto teria sido costurado pelo PCC e pelo CV. Com essa ruptura, não sabemos se vão manter o pacto. Geralmente as disputas nas prisões acabam reverberando nas ruas, então a situação nos Estados pode tensionar ainda mais".

Durante o último fim de semana, quase cem presos ligados a facções criminosas foram transferidos de presídios no Rio de Janeiro. Em Rondônia e Roraima, dezoito foram assassinados, incluindo o líder do Comando Vermelho. A aliança entre PCC e CV vigora desde ao menos 1997.

Confira a entrevista na íntegra da pesquisadora Camila Nunes Dias, que também é professora da Universidade Federal do ABC, em São Paulo.

(Ceará News)

Nenhum comentário:

Visualizações de páginas da semana passada

M Festas - Onde você encontra tudo para Aniversário

M Festas - Onde você encontra tudo para Aniversário
M Festas vende e aluga para festas de aviversário - Fone (88) 8807.0245