sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Desembargador diz que R$ 100 mil é valor exorbitante para indenizar mães de filhos assassinados

O desembargador Augusto Guilherme Diefenthaeler, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, afirmou, nessa quarta (26), que R$ 100 mil é um valor exorbitante para indenizar as mães de três jovens do morro da Providência, no Centro do Rio, assassinados após serem entregues a traficantes por militares.
O desembargador disse ainda que não se pode presumir a dor de uma mãe ao perder o filho. As famílias processam a União pelo crime.
O caso aconteceu no dia 14 de junho de 2008, quando Marcos Paulo da Silva (17 anos), Wellington Gonzaga Costa (19 anos) e David Wilson Florença da Silva (24 anos), foram abordados por 11 militares sob o comando do tenente Vinícius Ghidetti de Moraes.
Os três foram sequestrados pelos homens do exército. Levados para o morro da Mineira, também no Centro, foram entregues para traficantes de uma quadrilha rival. Os bandidos torturaram os jovens até a morte.
(Veja Online)

Nenhum comentário:

Visualizações de páginas da semana passada

M Festas - Onde você encontra tudo para Aniversário

M Festas - Onde você encontra tudo para Aniversário
M Festas vende e aluga para festas de aviversário - Fone (88) 8807.0245