quarta-feira, 8 de junho de 2016

Homem é preso por estupro no Ceará; ele ameaçou e cortou cabelo de vítima

Um homem foi preso suspeito de estuprar uma mulher no Bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza, nesta terça-feira (7). Em depoimento à polícia, a vítima, uma empregada doméstica de 30 anos, contou que tinha saído do trabalho e estava indo para casa quando foi atacada pelo homem, arrastada para um matagal, onde foi violentada, ferida com uma tesoura e teve o cabelo cortado.

Após buscas, a polícia prendeu Aglailton Ferreira de Lima, de 28 anos. “Ele mora na rua, fica pelo bairro, atuando como flanelinha, gasta dinheiro com droga, com crack”, disse o delegado Pedro Viana, titular do 12º Distrito Policial. Foram feitos levantamentos no local do crime, na vizinhança e com outros flanelinhas. À polícia, o suspeito confessou o crime. Ele alegou estar sob efeito de drogas. A vítima também reconheceu o estuprador, principalmente por causa da voz.

O crime aconteceu na Avenida F na tarde da última segunda-feira (6), pouco antes de 16h. Segundo o delegado, o local costuma ser frequentado por pessoas que fazem caminhada, mas no momento do crime não tinha tanto movimento.
“Ele ordenou que a vítima deitasse no chão. Ela relatou que ele já estava de preservativo, que pode significar que ele poderia atacar qualquer outra mulher. A vítima tentou resistir, mas ele estava com uma tesoura, chegou a arranhá-la no pescoço, nos seios. Manteve coito e depois ordenou que ela virasse de costas, ficasse de joelhos. Ela achou que fosse morrer”, contou o delegado. O homem, então, cortou o cabelo da vítima com a tesoura. Para o investigador, pode ter sido uma tentativa de intimidação.

A mulher disse que ouviu o homem se afastar, e conseguiu correr até a rua, onde pediu ajuda. Ela registrou a ocorrência na delegacia e foi atendida no Hospital Nossa Senhora da Conceição, onde tomou medicação.

O suspeito foi preso próximo ao Detran, onde costumava guardar carros. Ele foi autuado em flagrante por estupro e roubo qualificado (uso de arma), porque também roubou o celular da vítima e mais R$ 300. "Vamos concluir o inquérito. Ele está à disposição da Justiça, mas não está no 12º DP porque não temos condição de receber estuprador", informou o delegado.

O titular do 12º DP disse ainda que apurou informações de que no Bairro Genibaú o suspeito tinha costume de perseguir mulheres. "Não tenho como dizer se outros crimes sexuais podem aparecer, pode ser que sim, mas há relatos na internet que ele era acostumado a entrar nas residências no Conjunto Ceará para praticar roubos e furtos.
(G1)

Nenhum comentário:

Visualizações de páginas da semana passada

M Festas - Onde você encontra tudo para Aniversário

M Festas - Onde você encontra tudo para Aniversário
M Festas vende e aluga para festas de aviversário - Fone (88) 8807.0245