domingo, 29 de maio de 2016

Visitas nos presídios do Ceará são retomadas na manhã deste sábado

                                 Familiares retomam visitam a presos nos presídios do Ceará (Foto: Wânifer Monteiro/G1/Divulgação)
A visita aos detentos dos presídios do Ceará foi retomada na manhã deste sábado (28), após uma semana de rebeliões, mortes e tensão nos presídios. A decisão do retorno das visitas havia sido divulgada na tarde dessa sexta-feira (27), pela Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus).
Desde o início da manhã, parentes dos detentos chegavam ao Complexo Penitenciário Estadual, localizado no município de Itaitinga, a 27 quilômetros da cidade de Fortaleza, que abriga  as Casas de Privação Provisória de Liberdade (CPPL) I, II,III,IV, V e VI.
Os parentes dos etentos estão sendo acompanhados pelos agentes penitenciários, além disso, carros do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e da Força Nacional de Segurança se encontram no Complexo Penitenciário.

Segundo a aposentada Francisca Félix Rodrigues, que havia ido visitar o neto, preso na CPPL II, o local está bastante degradado. "Lá dentro está tudo destruído, os presos estão soltos no pátio e lá mesmo recebem os visitantes", afirma. Ainda segundo a aposentada, os detentos não deixam a polícia entrar no local.
Alguns familiares que aguardavam para entrar no lugar reclamavam da demora e da falta de senhas, o que aumentava a desorganização. Muitos trazem comida, materiais de limpeza e até colchonetes. A tenda montada pela Secretaria de Justiça para abrigar as pessoas estava sendo usada como estacionamento para os visitantes que tinham ido de automóvel.

A liberação das visitas é uma das medidas do plano de estabilização das unidades prisionais do estado, definido nesta sexta (27).

Reforço na Segurança
Os policiais da Força Nacional de Segurança atuarão nos presídios da Região Metropolitana de Fortaleza a partir de sábado (28). Eles reforçarão a segurança nas unidades a fim de evitar conflitos como os registrados durante a última semana, após a greve dos agentes penitenciários.
efetivo chegou ao Ceará na noite de quinta-feira (25), conforme solicitação feita pelo governador do Ceará, Camilo Santana, ao Ministério da Justiça, após o agravamento da situação no sistema penitenciário. Ao todo, 120 policiais atuarão no estado nos próximos 15 dias.
A Sejus ressaltou que, além das tropas da Força Nacional, agentes penitenciários de outros estados brasileiros atuarão nas prisões do Ceará, junto com PMs e agentes cearenses.
Fugas
Após contagem dos presos, a Sejus divulgou que 22 detentos conseguiram escapar do Centro de Execução Penal e Integração Social, que faz parte do Complexo Prisional de Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza. (Veja lista dos foragidos abaixo)
A fuga ocorreu na madrugada de quarta-feira (25). Segundo agentes penitenciários, os homensfugiram com o auxílio de escadas, cordas e andaimes deixados na unidade durante reformas.
Uma outra fuga foi registrada na Casa de Privação Provisória 1 (CPPL 1), na segunda-feira (23). A polícia disse que agentes penitenciários perceberam uma movimentação suspeita e encontraram um túnel em uma das celas do pavilhão 2, que dá acesso à parte de trás do presídio. A quantidade de fugitivos não foi divulgada.
Crise no sistema prisional
As rebeliões nos presídios do Ceará aconteceram durante e após a greve dos agentes penitenciários. No fim de semana, presos invadiram alas e mataram outros detentos.
Pelo menos 18 mortes já foram confirmadas pelo Governo. Já o juiz corregedor dos presídios do estado, Cesar Belmino, informou que o número de mortos nas rebeliões pode chegar a 26.
Além dos assassinatos, os detentos também quebraram celas, armários, grades, cadeiras e queimar colchões, de acordo com a Polícia Militar. Segundo a Sejus, a motivação dos conflitos foi a suspensão das visitas nas unidades prisionais.
Agentes penitenciários do estado iniciaram greve no sábado e encerraram paralisação no fim do dia após negociação com o governo do estado, mas os detentos já estavam fora de controle. Familiares bloquearam a BR-116 por diversas vezes no domingo (22).
Fugitivos
Os fugitivos do Centro de Execução Penal e Integração Social são: Manoel Messias de Mesquita Pedreiro, Francisco Fábio Teixeira Miranda, Gilvan Félix dos Santos, José Artur de Sousa Ramos, Marcos Antônio de Souza, Max Breno Andrade de Souza, Paulo Anderson Ferreira da Silva, Paulo Rogério Gamenha da Silva, Reginaldo Marques da Costa, Ronaldo dos Santos Pereira, Pedro Henrique Barbosa Soares, Marcio Vieira Monteiro Silva Costa, Bruno dos Santos Sousa, Augusto Silva da Rocha, André de Sousa Pinheiro, Elizeu Santos da Silva, André Gledson Gomes Santana, Josino Ferreira Gomes Filho, Daniel Rufino Tavares, Paulo Adriano dos Santos, Carlos Alexandre dos Santos de Lima e Francisco Renato Mendes Neres.
(g1)

Nenhum comentário:

Visualizações de páginas da semana passada

M Festas - Onde você encontra tudo para Aniversário

M Festas - Onde você encontra tudo para Aniversário
M Festas vende e aluga para festas de aviversário - Fone (88) 8807.0245