segunda-feira, 20 de julho de 2015

Suspeitos de matarem gaúcha no CE anunciam carro roubado e são presos

                            
A polícia prendeu dois suspeitos de matarem a gaúcha Sílvia Lopes, em Fortaleza, que havia desaparecido na quinta-feira (16) e encontrada morta no dia seguinte. Os policiais prenderam o grupo após os suspeitos anunciarem a venda do carro da vítima, ainda com as placas originais. No celular de um dos suspeitos havia a mensagem "deu tudo errado".
Uma terceira pessoa foi presa por receptação ao tentar comprar parte da mercadoria que os dois haviam roubado da vítima. "Ele foi preso pela Polícia Militar no momento em que tentava comprar o som do carro da vítima", detalha Socorro Portela.De acordo com a Polícia Civil, um dos suspeitos, de 18 anos, atirou na vítima porque ela gritou por socorro, após deixa o carro onde era mantida refém. "Eles viram a vítima descendo do carro, abrindo o portão no Bairro Benfica e nesse momento abordaram a dona Sílvia. Eles passaram na Avenida Leste-Oeste e permitiram que a vítima saísse do carro, porque gritava. Quem atirou foi o Ítalo, que tem 18 anos, e o motivo é porque a vítima saiu pedindo ajuda", relata a delegada-geral da Divisão de Homicídios Socorro Portela.
O grupo escondeu o corpo da vítima no Bairro Jacarecanga e foi preso no Bairro Bela Vista, onde os suspeitos moravam. De acordo com a delegada Socorro Portela, eles inicialmente negaram o crime, mas em seguida assumiram o latrocínio após a revelação de evidências.
Uma das evidências, segundo a polícia, foi apresentada pela família da vítima, que viu na internet o anúncio do carro que havia sido roubado na noite do crime. Sílvia Lopes morreu com um tiros nas costas e deixa duas filhas, de 16 e 18 anos de idade.
(g1)

Nenhum comentário:

Visualizações de páginas da semana passada

M Festas - Onde você encontra tudo para Aniversário

M Festas - Onde você encontra tudo para Aniversário
M Festas vende e aluga para festas de aviversário - Fone (88) 8807.0245