quinta-feira, 23 de julho de 2015

Magistrado é afastado após denunciar uso indevido de carro oficial no TJ-CE

                      Carro de desembargador foi atingido por pelo menos cinco tiros (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)
O desembargador Raimundo Nonato Silva foi exonerado nesta semana da Coordenadoria do Comitê Gestor da Política de Atenção Prioritária do Primeiro Grau e também da Coordenadoria de Orçamento, do Tribunal de Justiça do Ceará. O magistrado afirma que a medida da presidência do TJCE esteja relacionada com a investigação do caso de um veículo oficial do desembargador Francisco Pedrosa Teixeira, atingido com cinco tiros em 10 de julho, fora do horário de serviço. Para o magistrado afastado, o veículo oficial foi usado de forma indevida.
Raimundo Nonato ficou sabendo da exoneração na segunda-feira (21), por meio de comunicado publicado no Diário Oficial da Justiça. No mesmo dia havia sido noticiado que o veículo oficial utilizado por Francisco Pedrosa havia sido atingido por vários tiros. O boletim de ocorrência dos tiros foi feito pelo motorista do desembargador, que se identificou como proprietário do carro do Tribunal de Justiça. Raimundo Nonato afirma que o veículo utilizado por Francisco Pedrosa já esteve envolvido em outras situações delituosas, como roubo de carros.
Em nota, o Tribunal de Justiça reafirma que ele foi exonerado por falta de "alinhamento político com a presidência". O desembargador Francisco Pedrosa não foi localizado pelo G1.Segundo Nonato, a presidência do Tribunal de Justiça não chegou a explicar o motivo da exoneração. “Ela [desembargadora Iracema do Vale, presidente do TJCE] apenas chegou para mim e disse que iria me afastar, mas o Diário da Justiça já havia circulado. E ela disse que a política dela não estava alinhada com a minha política”, afirmou o desembargador Raimundo Nonato, em entrevista à TV Diário.
Apesar de não ter explicações da presidência, ele afirma que a sua exoneração está ligada às investigações da utilização do carro oficial do desembargador Francisco Pedrosa Teixeira, dirigido por um familiar.
Infrações e roubos do veículo oficial
Segundo apuração de Raimundo Nonato, em janeiro de 2011, o motorista do carro do TJCE havia comunicado por meio de boletim de ocorrência que foi abordado na garagem da residência, e o veículo do Tribunal de Justiça foi levado pelos assaltantes; o carro foi recuperado dias depois pela Polícia Civil. Cinco meses depois, outro veículo utilizado pelo desembargador Francisco Pedrosa foi tomado de assalto, segundo relato do motorista a policiais.
Ainda segundo Raimundo Nonato, há multas registradas no veículo dirigido pelo motorista do desembargador de madrugada, fora de serviço do Tribunal de Justiça do Ceará. Nas imagens das multas, segundo o desembargador de Raimundo Nonato, a placa de bronze do carro, que caracteriza um veículo oficial, é removida e substituída por uma placa cinza.
Em 10 de julho, o carro do desembargador foi atingido por cinco disparos, às 20h30, no Bairro Vila Manuel Sátiro. O carro não estava a serviço do Tribunal, segundo o desembargador afastado. Ninguém foi preso pelo caso, e a polícia não sabe quem ou por que disparou contra o carro oficial.
Raimundo Nonato da Silva afirma que vai cobrar explicações que motivaram a exoneração e que investigou o caso porque, caso contrário, seria “inerte”. “Eu quero que ela me diga o motivo da exoneração, onde eu pratiquei desvio de conduta, onde eu errei. Se ela disser onde errei, eu fico calado; senão disser, eu vou comunicar ao Conselho de Justiça pedindo providência”, diz o desembargador exonerado.
(g1)

Nenhum comentário:

Visualizações de páginas da semana passada

M Festas - Onde você encontra tudo para Aniversário

M Festas - Onde você encontra tudo para Aniversário
M Festas vende e aluga para festas de aviversário - Fone (88) 8807.0245